17/07/12

PARA FISCALIZAR ELEIÇÕES, CASA-CE CAPACITA FORMADORES


JES  REPROVADO POR FALTAS



Almirante Gaspar Mendes de Carvalho (Foto de arquivo)

Terminou  nesta segunda-feira o curso de formação de formadores dos delegados de lista da CASA-CE para as eleições do próximo mês.


Durante três dias aproximadamente, representantes de todo país estiveram reunidos numa das salas do complexo da Divina Providência, sito ao Golfo I, para ouvir temas de natureza sobre a conquista do voto e a sua fiscalização.
Pelo menos centena e meia de representantes participaram dos trabalhos, com prelecções de alguns dos quadros afectos a CASA-CE.
O encerramento teve lugar nesta segunda-feira.


CORAGEM PARA A MISSÃO
Segunda-feira, Gaspar Mendes de Carvalho durante a sessão de encerramento ...
O convidado foi o almirante Gaspar Mendes de Carvalho que destacou a fiscalização como sendo uma missão de defesa do voto junto das assembleias de voto. “A nossa missão de vencermos as eleições ou de obtermos um  resultado excelente nas eleições que se avizinham é sagrado. Consequentemente todo esforço, todo o sacrifício deverão ser consentidos...” disse.
A vossa missão é formar, preparar devidamente os nossos delegados de lista para que saibam defender condignamente os interesses da CASA-CE e a verdade eleitoral...”
Isto é assim” prosseguiu o responsável “... porque o nosso adversário não age de forma honesta”.
Pormenor da sala onde decorreu a realização do curso
Mendes de Carvalho exemplificou a luta travada pela oposição no parlamento,  para que o partido no poder aceitasse que o processo eleitoral fosse  organizado por órgão eleitoral independente, conforme preceituado no artigo 107 da Constituição.
Um outro citado exemplo foi o caso de Suzana Inglês, mantida no cargo de presidente da CNE á revelia da lei. “Foram necessárias manifestações para repor a legalidade... Mas o mais caricato, foi a substituição dela por Edeltrudes Costa que nem se quer é juiz... E o mais caricato adiantou é as decisões por ele tomadas permaneceram.
O número dois na lista de candidatos á deputado recordou aos participantes da necessidade de coragem para cumprir esta missão.

AUSÊNCIA DO PRESIDENTE DA REPÚBLICA NA CIMEIRA UA
Gaspar Mendes de Carvalho lamentou a ausência do chefe de Estado na cimeira da UA que elegeu  Nkosana Zuma, presidente da Comissão da União Africana. “Quando vinha pra aqui ouvi agradável notícia de que a candidata da SADC a presidência da Comissão Africana a senhora Nkosana Zuma venceu a corrida para esse cargo. Lamentamos apenas que o nosso presidente da República que é ainda o actual  presidente rotativo da SADC que tem pontos muito substantivos na sua agenda. Aliás, se as organizações regionais e internacionais marcassem faltas, o nosso presidente já estaria reprovado por faltas...” lamentou.
 “Ao fim de tanto tempo no poder ...Precisamos que o presidente vá aos fóruns internacionais de que Angola é parte, em vez de se lamentar e de se justificar, porque é lá onde são tomadas as decisões sobre  importantes questões... Abel Chivukuvuku é a resposta...” sublinhou.



DINHEIRO PÚBLICO, IMPORTANTE É SABER SE ELE É BEM USADO 
No regresso ás vossas províncias, transmitam aos nossos compatriotas que o dinheiro que foi entregue para construir pontes e reparar estradas não é do MPLA. É do Estado.
E  qualquer outro partido a quem fosse confiada a missão de governar, faria as mesmas pontes, as mesmas estradas e construiria as mesmas obras.
Resta agora saber se o dinheiro posto á disposição do partido no poder foi racionalmente gasto. Isto é que é importante saber...”


AS OBRAS E DO POVO COM FOME ... E A FÉ PARA VENCER
As estradas já existiam no tempo colonial. Luanda recebeu o nome de menina bonita de África. Naquela altura isso beneficiava o povo? Por isso é que fizemos a revolução...” rematou.
É importante ter fé para ganharmos. É preciso não se deixar impressionar. Não se deixar impressionar pela presença massiva. Eles forçam as pessoas...” disse a concluir.

1 comentários: