08/06/12

Almirante "MIAU" PARA VICE-PRESIDENTE DA REPÚBLICA, PELA CASA-CE...

É O " MENDES DE CARVALHO" FILHO...

DECLARAÇÃO

Abel Chivukuvuku, candidato a Presidente de Angola...
A Convergência Ampla de Salvação de Angola – Coligação Eleitoral, CASA–CE, realizou na cidade de Luanda, aos 26 de Maio de 2012, a  1ª Reunião Ordinária do seu Conselho Deliberativo Nacional, no qual participaram 183 dos 275 membros efectivos.
Da agenda de trabalhos da 1ª Reunião Ordinária do Conselho Deliberativo Nacional, constou a definição e eleição, dos futuros Cabeça de Lista da Convergência Ampla de Salvação de Angola para os Círculos Eleitorais Provinciais, assim como a aprovação das regras de composição das listas de candidatura provinciais, de acordo com os critérios políticos e cívicos, previamente aprovados pelo Conselho Presidencial alargado, da CASA-CE.
Durante a 1ª Reunião Ordinária do Conselho Deliberativo Nacional da Convergência Ampla de Salvação de Angola – Coligação Eleitoral, foi também ratificada a escolha do Presidente da CASA-CE, Sr. Dr. Abel Epalanga Chivukuvuku, como Cabeça de Lista e candidato a Presidente da República de Angola nas eleições previstas para o dia 31 de Agosto de 2012 pela CASA–CE, mediante proposta apresentada pelo Conselho Presidencial, em  observância aos acordos Constitutivos aprovados pelo Convénio Constitutivo, realizado no Centro de Convenções de Talatona, em Luanda, de 2 a 3 de Abril de 2012.
Em consequência da decisão do Conselho Deliberativo Nacional de ratificar a escolha do cidadão Abel Epalanga Chivukuvuku como candidato da CASA–CE a Presidente da República, foi também  reiterada a prerrogativa constante nos Acordos Constitutivos, que outorgam ao Conselho Presidencial e ao seu Presidente, a definição da personalidade angolana com perfil de consenso, para suprir a posição de número dois na Lista e ipso facto, candidato da CASA–CE a  Vice – Presidente da República de Angola.
Assim, no supremo interesse de Angola, o Conselho Presidencial da Convergência Ampla de Salvação de Angola – Coligação Eleitoral, deliberou e aprovou, sob proposta do Presidente da CASA–CE, convidar o cidadão e nobre patriota angolano, de credenciais nacionalistas inquestionáveis,  o Sr. André  Gaspar Mendes de Carvalho, também conhecido por «Miau», Almirante das Forças Armadas Angolanas, enquanto cidadão independente, representando um largo segmento de angolanos fora dos partidos políticos para, na qualidade de número dois vir a ocupar a alta função de Vice – Presidente da República, em nome da CASA-CE.
Durante a comunicação, sobre as candidaturas aos
cargos de Presidente Vice-Presidente da República.
Em virtude do convite endereçado, pela CASA – CE, ao Almirante  André Gaspar Mendes de Carvalho, este encetou todas as demarches legais em respeito a legislação em vigor, mormente a Constituição, a Lei dos Partidos Políticos, a Lei Militar e a Lei Eleitoral, relativamente as suas obrigações pontuais enquanto oficial general das Forças Armadas Angolanas, alias sobejamente cumpridas, por mais de 30 anos de serviço e dedicação, tendo para o efeito dirigido em tempo oportuno, um requerimento formal ao Comandante em Chefe das  FAA e Presidente da República, José Eduardo dos Santos, tramitado através do Chefe do Estado Maior Geral das Forças Armadas Angolanas, para a devida passagem a reforma, já previamente solicitada em 2011, para efeitos de contribuição, agora, na vida política activa, enquanto um direito legítimo, constitucionalmente consagrado.
Pormenor da plateia com jornalistas e alguns dos responsáveis
membros da CASA-CE
Em conformidade com o acima exposto, para o bem da Nação e como Estado Democrático e de Direito, que Angola é, a Convergência Ampla de Salvação de Angola – Coligação Eleitoral, está segura que o Presidente da República, na sua qualidade de Comandante em Chefe das Forças Armadas Angolanas, procederá de forma atempada ao processamento atempado da passagem a reforma do Almirante André Gaspar Mendes de Carvalho, enquanto um direito cívico e político de cidadania requerido.
A Convergência Ampla de Salvação de Angola informa ainda a opinião pública nacional e internacional, que procederá ao depósito da sua candidatura as eleições gerais de 2012, no Tribunal Constitucional, na segunda feira dia 11 de Junho de 2012, pelas 9h30, seguido de conferência de imprensa, no mesmo dia, em local e hora a indicar, na qual serão tornados públicos os nomes das personalidades e individualidades independentes e não só, que servirão Angola e os angolanos, como Cabeça – de – Lista, nas distintas províncias e os do círculo nacional, do nosso País em representação da CASA–CE. 


Todos por Angola
Uma Angola para Todos
Esta é a Hora.
A Hora é da Mudança

Luanda, 07 de Junho de 2012
  

1 comentários: